terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A FADINHA DA NEVE

fadas
Era uma vez uma fadinha da neve ela era muito lindinha, e todo inverno trabalhava duro para conseguir visitar todas as casas que ficavam em uma montanha muito alta.
Ela vai de casa em casa, sempre fazendo sua magia para que o natal brilhe em todos os lares e que as pessoas jamais esqueçam que é o aniversário de nosso querido Jesus.
Numa destas visitas, um menino muito franzino, aproximou-se dela e disse:
- Querida fada da neve, sempre vejo seu rastro, mas somente hoje estou te vendo, então gostaria de fazer-lhe um pedido e que lá no céu pudessem me ouvir.
A fadinha da neve muito espantada, porque as pessoas não podiam vê-la, mas mesmo assim respondeu:
-Fale menino, se eu puder tento te ajudar.
-É que todo ano, fadinha, nós aqui neste vilarejo, comemoramos o natal, apesar de muito pobres, festejamos juntos o nascimento de Jesus, e este ano o meu vizinho, meu amigo está muito doentinho e não pode nem sequer sair de sua casa e eu gostaria tanto que papai do céu pudesse ajudá-lo a melhorar, este é o melhor presente que gostaria de ganhar.
A fadinha emocionada, então disse:
-Olhe pequeno, sei que seu amigo está doentinho, mas sei também que papi do céu está olhando por ele, então caso ele não possa festejar, não fique triste, so contrário, festeje mais e mais, assim ele ficará feliz em saber que seu amigo está feliz e ficará contente e poderá até melhorar.
- Obrigada fadinha, as vezes, pensamos somente na solução e não aceitamos as condições que temos para melhorar, vou fazer isso e mais, eu vou ficar lá com ele comemorando na hora da festa, assim se sentirá mais seguro e feliz!
Ah! a fadinha ficou tão feliz em ouvir isso, que rolaram duas lágrimas feladinhas em seu rosto, e entendeu porque o menino a havia visto. Ele tinha tanta esperança, e tanta vontade em ajudar seu amigo, que Deus permitiu que ele a visse.
Bom, e sabem da maior, uns dias antes da comemoração o amigo do pequeno menino foi melhorando, melhorando e olha na noite de natal já estava embrulhadinho em um grande cobertor, comemorando com todo mundo.
E lá de cima a fadinha espiava sorrindo o que acontecia.


natal
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios