sexta-feira, 21 de agosto de 2009

quero ver quem consegue falar esses travalinguas!!!!hehe

Maria-Mole é molenga, se não é molenga,Não é Maria-Mole. É coisa malemolente,Nem mala, nem mola, nem Maria, nem mole.


Tinha tanta tia tantã.Tinha tanta anta antiga.Tinha tanta anta que era tia.Tinha tanta tia que era anta.


O sabiá não sabia.Que o sábio sabia.Que o sabiá não sabia assobiar.


O doce perguntou pro doceQual é o doce mais doceQue o doce de batata-doce.O doce respondeu pro doceQue o doce mais doce queO doce de batata-doceÉ o doce de doce de batata-doce.


Olha o sapo dentro do sacoO saco com o sapo dentro,O sapo batendo papoE o papo soltando o vento.


A lontra prendeu aTromba do monstro de pedraE a prenda de prataDe Pedro, o pedreiro.


Disseram que na minha ruaTem paralelepípedo feitoDe paralelogramos.Seis paralelogramosTem
um paralelepípedo.Mil paralelepípedosTem uma paralelepípedovia.Uma paralelepípedoviaTem mil paralelogramos.Então uma paralelepípedoviaÉ uma paralelogramolândia?


Lalá, Lelé e LiliE suas filhas,Lalalá, Lelelé e LililiE suas netasLalelá, Lelalé e LeLaliE suas bisnetasLilelá, Lalilé e LelaliE suas tataranetasLaleli, Lilalé e Lelilácantavam em coroLALALALALALALALÁ.


A aranha arranha a rã.A rã arranha a aranha.Nem a aranha arranha a rã.Nem a rã arranha a aranha.
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios