quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Origem e Curiosidades sobre o Ano Novo

Você sabia que o ano-novo se consolidou na maioria dos países há 500 anos?
Desde os calendários babilônicos (2.800 a.C.) até o calendário gregoriano, o réveillon mudou muitas vezes de data.
A primeira comemoração, chamada de "Festival de ano-novo" ocorreu na Mesopotâmia por volta de 2.000 a. C.

Na Babilônia, a festa começava na ocasião da lua nova indicando o equinócio da primavera, ou seja, um dos momentos em que o Sol se aproxima da linha do Equador onde os dias e noites tem a mesma duração.
No calendário atual, isto ocorre em meados de março (mais precisamente em 19 de março, data que os espiritualistas comemoram o ano-novo esotérico).
Os assírios, persas, fenícios e egípcios comemoravam o ano-novo no mês de setembro (dia 23). Já os gregos, celebravam o início de um novo ciclo entre os dias 21 ou 22 do mês de dezembro.
Os romanos foram os primeiros a estabelecerem um dia no calendário para a comemoração desta grande festa (753 a.C. - 476 d.C.) O ano começava em 1º de março, mas foi trocado em 153 a. C. para 1º de janeiro e mantido no calendário juliano, adotado em 46 a. C. Em 1582 a Igreja consolidou a comemoração, quando adotou o calendário gregoriano.
Alguns povos e países comemoram em datas diferentes. Ainda hoje, na China, a festa da passagem do ano começa em fins de janeiro ou princípio de fevereiro. Durante os festejos, os chineses realizam desfiles e shows pirotécnicos. No Japão, o ano-novo é comemorado do dia 1º de janeiro ao dia 3 de janeiro.
A comunidade judaica tem um calendário próprio e sua festa de ano-novo ou Rosh Hashaná, - "A festa das trombetas" -, dura dois dias do mês Tishrê, que ocorre em meados de setembro ao início de outubro do calendário gregoriano. Para os islâmicos, o ano-novo é celebrado em meados de maio, marcando um novo início.

A contagem corresponde ao aniversário da Hégira (em árabe, emigração), cujo Ano Zero corresponde ao nosso ano de 622, pois nesta ocasião, o profeta Maomé, deixou a cidade de Meca estabelecendo-se em Medina.
Contagem decrescente os últimos minutos do dia 31 de Dezembro seja: 10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1. Feliz 2009!!!!!! A passagem de Ano Novo é o fim de um ciclo, início de outro. É um momento sempre cheio de promessas. E os rituais alimentam os nossos sonhos e dão vida às nossas celebrações. Na passagem de Ano Novo, não podemos deixar de aproveitar a oportunidade para enchermos o coração de esperança e começar tudo de novo. E para que a festa corra muito bem, há algumas tradições e rituais que não podemos esquecer...

- Fogos e barulho. No mundo inteiro o Ano Novo começa entre fogos de artifício, buzinadas, apitos e gritos de alegria. A tradição é muito antiga e, dizem, serve para espantar os maus espíritos. As pessoas reúnem-se para celebrar a festa com muitos abraços.

- Roupa nova. Vestir uma peça de roupa que nunca tenha sido usada combina com o espírito de renovação do Ano Novo. O costume é universal e aparece em várias versões, como trocar os lençóis da cama e usar uma roupa de baixo nova.

fonte: bandeirantes, foto uol

gifs

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

floquinho o biscoito

Aquele ali em cima é o floquinho!Ele foi feito dia 25 de dezembro pelo melhor doceiro , o doceiro Jose . Jose o tratava como um filho , mas sabia que esse amor não ia durar , afinal ele é um biscoito!!!Mas floquinho queria ser mais que um biscoito .Ele queria andar pela rua sem ser pisotiado , ele queria ter amigos que não tivessem medo dele;mas era dificíl, pois nimguem nunca tinha visto um biscoito falante .floquinho queria todas as coisas do mundo , queria ser importante!O padeiro Jose que percebia como ele era infeliz cozinhou para ele uma biscotinha chamada clara ela era doce como mel , e muito atraente para o floquinho!Foi aí que o floquinho percebeu que ela era todas as coisa do mundo ,pelo menos do mundo dele, e ele se sentia importante ao seu lado. o padeiro cozinhou mai um biscoito! Um baby biscoito e floquinho e clara o adotou!E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE !!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A FADINHA DA NEVE

fadas
Era uma vez uma fadinha da neve ela era muito lindinha, e todo inverno trabalhava duro para conseguir visitar todas as casas que ficavam em uma montanha muito alta.
Ela vai de casa em casa, sempre fazendo sua magia para que o natal brilhe em todos os lares e que as pessoas jamais esqueçam que é o aniversário de nosso querido Jesus.
Numa destas visitas, um menino muito franzino, aproximou-se dela e disse:
- Querida fada da neve, sempre vejo seu rastro, mas somente hoje estou te vendo, então gostaria de fazer-lhe um pedido e que lá no céu pudessem me ouvir.
A fadinha da neve muito espantada, porque as pessoas não podiam vê-la, mas mesmo assim respondeu:
-Fale menino, se eu puder tento te ajudar.
-É que todo ano, fadinha, nós aqui neste vilarejo, comemoramos o natal, apesar de muito pobres, festejamos juntos o nascimento de Jesus, e este ano o meu vizinho, meu amigo está muito doentinho e não pode nem sequer sair de sua casa e eu gostaria tanto que papai do céu pudesse ajudá-lo a melhorar, este é o melhor presente que gostaria de ganhar.
A fadinha emocionada, então disse:
-Olhe pequeno, sei que seu amigo está doentinho, mas sei também que papi do céu está olhando por ele, então caso ele não possa festejar, não fique triste, so contrário, festeje mais e mais, assim ele ficará feliz em saber que seu amigo está feliz e ficará contente e poderá até melhorar.
- Obrigada fadinha, as vezes, pensamos somente na solução e não aceitamos as condições que temos para melhorar, vou fazer isso e mais, eu vou ficar lá com ele comemorando na hora da festa, assim se sentirá mais seguro e feliz!
Ah! a fadinha ficou tão feliz em ouvir isso, que rolaram duas lágrimas feladinhas em seu rosto, e entendeu porque o menino a havia visto. Ele tinha tanta esperança, e tanta vontade em ajudar seu amigo, que Deus permitiu que ele a visse.
Bom, e sabem da maior, uns dias antes da comemoração o amigo do pequeno menino foi melhorando, melhorando e olha na noite de natal já estava embrulhadinho em um grande cobertor, comemorando com todo mundo.
E lá de cima a fadinha espiava sorrindo o que acontecia.


natal

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

ESTÁ CHEGANDO

Photobucket


terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Aniversário de Jesus


Dia 25 de dezembro é natal mas , nos não podemos esquecer que também é aniversario de Jesus.
Natal não é so ganhar presentes, mas é também um momento de confraternização, paz e amor.
Nesse natal dê um abraço em quem você ama!!!

abraço

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

JOGO DOS QUINZE ERROS

VAMOS TENTAR ACHAR OS ERROS?
SE QUISER IMPRIMA PARA FAZER:



Encontra as quinze (15) diferenças entre os 2 desenhos!

www.receitasdatiadete.blogspot.com
tchau

domingo, 7 de dezembro de 2008

AJUDE A O PAPAI NOEL ENCONTRAR O SEU TRENÓ





Depressa! Ajuda o Papai Noel a encontrar o caminho até o seu trenó, para que ele consiga entregar os seus presentes antes que o Natal termine:








Conseguiu? Parabéns!!! Se não conseguiu, continue tentando.

natal


beijinhos

sábado, 6 de dezembro de 2008

COMO SE CHAMAVAM OS 3 REIS MAGOS?

natal
REIS MAGOS

O historiador inglês São Bedas (673-735) foi o primeiro a citar os nomes e descrever os três Reis Magos.
Cada um deles representa uma raça: a branca, a amarela e a negra.
O africano Baltazar, com cerca de 30 anos.
O asiático Gaspar, com 15 anos e o europeu Melchior (ou Belchior), com aproximadamente 40 anos.
Foram os primeiros a visitar o Menino Jesus, e lhe ofereceram presentes: Mirra (resina extraída da árvore de mesmo nome), em sinal de sua humanidade.
Incenso, para representar a divindade do Menino Jesus.
E ouro, em homenagem à sua realeza.
No Brasil, as primeiras imagens dos Reis Magos chegaram de Portugal, em 1752, destinadas ao Forte dos Reis Magos, no Rio Grande do Norte.

natal

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios